Beijaço Gay na Universidade de Brasília (UNB)

Nesta terça-feira (dia 17/05), os estudantes e simpatisantes da causa gay promoveram um beijaço na Universidade De Brasília.

Com a abertura no congresso nacional do 8º seminário GLBT realizado durantes as comemorações do dia internacional da luta contra a Homofobia, reuniiu estudantes, deputados como o Ex BBB Jean Wyllys (foto ao lado), Manuela D’Ávila e Érika Kokay. Os representantes do DCE estimularam os/as colegas com frases de afirmação política e com gritos:

Se o meu corpo é da mulher, ela dá pra quem quiser, inclusive pra outra mulher”.

E Amanhã, as 09:00 A.M, acontece a segunda marcha contra a homofobia, em frente a Catedral de Brasília. São pessoas, militantes,  a favor da criminalização da Homofobia. No ano de 2010, foram cerca de 270 mortes de acordo com o levantamento do Grupo Gay da Bahia (GGB) sobre assassinatos de LGBT no Brasil.

Bom, acho que o dia do Bolsonaro não deve ter sido nada agradável. Será que ele pretende dar as caras amanhã? É esperar para ver.

Rafael Vargas

3 Respostas para “Beijaço Gay na Universidade de Brasília (UNB)

  1. Espero q todos brasileiros tenham a coragem e abraçem esta causa,e deixo um recadinho ao senhor Bolsonaro o nosso Brasil é de Homens de coragem e ñ de covardes como vc Bolsonaro. Sou simpatizante e compreendo a opção sexualdas pessoas e apoio de corpo e alma,estou pensando seriamente em fazer uma caminhada em minha cidade a favor de todos os gay e lésbicas do Brasil Liberdade Liberdade abra as asas sobre nós e a força da igualdade seja sempre a nossa voz.

  2. nossa acho isso dmais temos que acabar de uma vez com esse preconceito, somos o que queremos,pois niguem tem nada a ver com isso tem que aceitar…

    • Acredito que muitas pessoas são contra o homossxualismo, só que tem medo de manifestar essa opinião abertamente como o Bolsonaro. Opinião é questão de consciência própria e ninguém pode mudar o opinião de ninguém á força. Isso só ocorreu em épocas de ditadura devido a tortura. Nem mesmo o governo ou representantes do Ministério Público tem o direito de querer forjar a opinião dos cidadãos á semelhança da sua própria opnião. Desde que a opnião não induza à violência contra alguém ela pode e deve ser livremente manifestada. Se vocês que são a favor do homossexualismo tem direito de manifestar publicamente suas opiniões a respeito do assunto então quem é contra também tem esse direito. Tenho colegas homossexuais e apesar nao não concordar com os ideais homossexualistas nem por isso deixo de gostar desses meus colegas e respeitá-los. É tipo religião, eu sou cristão evangélico e fulano é cristão católico e não é por eu não ser católico que vai me impedir de ter amigos católicos ou ateus (como tenho) ou etc. Posso estar errado ou em desacordo com a opnião de muitos, mas esta é a minha opnião e poderei até mudá-la, mas de minha livre e espontãnea vontade e não por imposição de governo, presidente, procuradores do MP, etc.
      Deus abençoe e proteja a todos vocês, independente de suas opções sexuais, religiosas, etc.
      Abraços.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s