Unesco a favor do Kit contra Homofobia

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) se posicionou favoravelmente ao kit anti-homofobia desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC).

Consultada pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais (ABGLT), a entidade afirmou, por meio de ofício, que os materiais educativos do projeto “estão adequados às faixas etárias e de desenvolvimento afetivo-cognitivo a que se destinam, de acordo com a Orientação Técnica Internacional sobre Educação em Sexualidade, publicada pela UNESCO em 2010″.

No documento, a UNESCO destacou que o kit utiliza “a mesma abordagem teórico-vivencial que é adotada pelo Programa Brasileiro Saúde e Prevenção nas Escolas (SPE), coordenado pelos Ministérios da Educação e da Saúde, com apoio das Nações Unidas no Brasil”.

A organização parabenizou o MEC e a ABLGT, afirmando que está certa de que o material “contribuirá para a redução do estigma e discriminação, bem como para promover uma escola mais equânime e de qualidade”:

 Neste sentido, entendemos que este conjunto de materiais foi concebido como uma ferramenta para incentivar, desencadear e alimentar processos de formação continuada de profissionais de educação, tomando-se como referência as experiências que já vêm sendo implementadas no país de enfrentamento ao sofrimento de adolescentes lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e transgêneros.

Sobre o apoio institucional solicitado pela ABLGT ao projeto Escola sem Homofobia, a UNESCO esclareceu que só pode incluir sua logomarca em materiais produzidos pela entidade ou naqueles resultantes de acordos de cooperação técnica. Ela, no entanto, colocou-se à disposição para “discutir possibilidades de cooperação futura”.

Polêmica

O projeto Escola sem Homofobia começou a ser desenvolvido pelo MEC a partir da constatação de que são recorrentes casos de discriminação a adolescentes homossexuais no ambiente escolar.

Apelidado pejorativamente de “kit gay“, o material didático, que contém cartilha, cartazes, folders e cinco vídeos educativos, vem dividindo opiniões e provocando discussões inflamadas. A principal crítica é que estimularia a homossexulidade entre crianças e adolescentes.

A proposta do Ministério da Educação é distribuir o kit inicialmente em 6 mil escolas públicas já em 2011, mas há mobilizações na internet tentando impedir a circulação do material.

Fonte: Terra

Rafael Vargas

Uma resposta para “Unesco a favor do Kit contra Homofobia

  1. Bem genti. Eu me Chamo Daniely de Souza Viera tenho 15 anos e sem bem como é a homofobia no mundo não só ela mais o preconceito ao todo.
    Tenho varios amigoas(a) que são homossexuais e vejo simplismenti o preconceito que eles sofrem..
    SIM MIL…..VEZES SIM.. SOU A FAVOR A O KIT ANTI HOMOFOBIA e tenho certeza que de nenhuma maneira o mesmo vá estimula ninguem..
    Como já disse tenho varios amigos homossexuais e nem assim me sinto enfluenciada.

    Pensem bem.. vocês pais vocês não amam seus filhos? os acentem …..

    Vocês tem nojo de vê genti do mesmo sexo se beijando?
    Eu não
    Eu tenho nojo de vê genti batendo em genti
    Genti passando fomo
    genti enganando gente ( Deputador, prefeitos , etc.. )
    é disso que eu tenho nojo

    Agenti precisa de uma sociedade promisora, que saiba trabalhar com pessoas diferentes

    SIIIIIM ao Kit anti-homofobia

    Homofobiia MATA homofobia é crime plc/122

    Pensem bem ……

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s